Crescimento da informalidade prejudica arrecadação da Previdência

em .

No trimestre encerrado em agosto, o mercado informal e trabalho por conta própria bateram novo recorde, segundo a Pnad Contínua, divulgada pelo IBGE nesta sexta-feira, dia 27.
O contingente que trabalha por conta própria chegou a 24,3 milhões, um crescimento de 4,7% em relação ao trimestre entre junho e agosto de 2018, ou mais 1,1 milhão de pessoas. Já os empregados sem carteira assinada somam 11,8 milhões, um crescimento anual de 5,9%, com um acréscimo de 661.000 pessoas.
O IBGE destaca que o crescimento da informalidade contribui para a redução do desemprego, porém, afeta a arrecadação da Previdência. Segundo a Pnad Contínua, 62,4% dos ocupados contribuem para a Previdência Social, percentual que está em queda desde 2017, quando era de 65,3%.
 

Fale Conosco

  • Sede Santo André
    Rua Gertrudes de Lima, 202 - Centro - Santo André
    Telefone: (11) 4993-8999 - Veja o Mapa

  • Sede Mauá
    Avenida Capitão João, 360 - Matriz - Mauá
    Telefone: (11) 4555-5500 - Veja o Mapa